Psicoterapia

O processo psicoterapêutico objetiva a compreensão do sintoma/queixa trazida pelo cliente como também sua finalidade na vida da pessoa. É um trabalho realizado por um profissional com formação em psicologia e a característica que o distingue de uma outra relação é a garantia do sigilo das informações trazidas pelo cliente.A psicologia é uma ciência que estuda o ser humano por inteiro.
 
Acreditamos que pessoa quando chega a uma psicoterapia está em busca de um “encontro” onde possa sentir-se acolhida, especial, entendida, com esperança, com alento e com a sensação de estar sendo amparada em sua angústia para aliviar sua dor e essa é a filosofia da Clinica Ceres. Para que esse encontro seja real é necessário que aconteça a empatia pelo profissional, condição que permite estabelecer a confiança para expor sua história, sua vida, suas expectativas de mudança e objetivos. Com a formação do vínculo é possível que a relação de ajuda aconteça e o processo de cura ocorra.
 
São vários os motivos que levam uma pessoa a procurar esse tipo de ajuda profissional, entre eles estão: a necessidade de mudança e a dificuldade em enxergar sozinho uma saída criativa para seu problema, uma crise, um sofrimento psíquico (tristeza, ansiedade, depressão e outros), riscos físicos (auto mutilação, tentativas de suicídio, etc),   um sintoma psico físico (como insônia, gastrite, enxaqueca, crises de pânico, medo extremo, ansiedade, etc.).
 
O principal objetivo da psicoterapia, é trazer o bem estar e equilíbrio para a pessoa que busca ajuda,o próximo passo é poder partir para uma ação que a faça re-significar sua vida, ampliar sua consciência, modificando seu estado atual para algo mais saudável e com um sentido “maior” atenuando sua dor e sofrimento, proporcionando ao mesmo tempo o auto-conhecimento .
 
 O auto-conhecimento nos permite saber quem somos para traçarmos um projeto de vida afim de conseguir atingir nossas metas rumo ao nosso destino. Quando nos conhecemos melhor podemos acessar uma parte do nosso inconsciente que em psicologia Junguiana é chamado de Sombra (contém aspectos positivos como potencialidades desconhecidas e negativos como características de personalidade não tão agradáveis, contidas em nossa psique) que são recursos internos que dispomos para lidarmos com a vida para uma possível integração de diferentes aspectos de nossa personalidade.
 
A ampliação da consciência consiste em:
 
- aumentarmos a visão de quem somos, dos outros e do mundo, com a finalidade de nos percebermos como seres humanos únicos e indivisíveis;
- conhecermos que em essência possuímos nossa parte micro e macrocósmica no universo;
 -nos tornar capazes de utilizarmos os recursos disponíveis em nossa essência, lembrando que cada indivíduo é a expressão única da influências de fatores ambientais, biológicos e psíquicos;
-gerar transformações profundas na pessoa, melhorando suas relações com o meio, com seu mundo interno e com seu organismo.
 
A psicoterapia é indicada e possui eficácia no tratamento de: ansiedade, angústia, depressão, síndrome do pânico, auto-estima rebaixada, ciúmes, problemas de aprendizagem, hiperatividade, déficit de atenção, medos em geral, problemas de relacionamento pessoal e social, crises envolvendo perdas ou ganhos, distimia, distúrbios alimentares, distúrbios de sono, problemas sexuais, agitação física ou mental, compulsões e obsessões de todo tipo, agressividade, timidez, estresse e estresse pós-traumático, manias, orientação vocacional , orientação a gestantes e outros.
 
As sessões costumam ser realizadas uma vez por semana em sessões de 50 (cinqüenta minutos) de acordo com a urgência e necessidade em cada caso. Em relação ao tempo previsto para o término de um tratamento completo, é muito variado porque isto depende de como cada pessoa reage e também da necessidade de cada cliente, do quanto a pessoa que procura ajuda está disposta a investir em seu processo interior e se dedicar para alcançar uma mudança criativa em busca da cura. Algumas pessoas buscam somente sair de um problema e diminuir um sofrimento específico, já outros buscam o auto-conhecimento, a ampliação da consciência e aperfeiçoamento constantes.
 
Para quem quiser se aprofundar mais no assunto:
 
O que é uma crise?
É algo que desorganiza e desestabiliza a pessoa podendo levar-la a desenvolver sintomas de origem física, emocional ou psíquica. São bem diversificados os fatores que podem desencadear uma crise como, por exemplo, momentos de transição e readaptação em nossas vidas, como ganhos e perdas. Podemos afirmar que o ser humano possui certa tendência a manter-se em “território conhecido” por sentir-se mais seguro com o que já conhece e até mesmo por ter se acomodado a velhos hábitos. Para muitas pessoas o novo pode causar medo, desde um leve friozinho na barriga, até pânico paralisante.
 
Existem vários tipos de crises.
 
As crises biológicas são as mudanças físicas pelas quais passamos desde o nascimento até a morte: o próprio nascimento, o crescimento físico, a entrada na adolescência, a menarca, a gravidez, o parto, a menopausa, o envelhecimento.
 
As crises biográficas englobam as crises biológicas acrescidas dos acontecimentos não fisiológicos, por exemplo: nascimentos na família, casamento, separação, perda ou promoção no emprego, morte de pessoas queridas, vestibular, ingresso no mercado de trabalho, aposentadoria, acidentes, troca de namorado, de escola, de residência ou qualquer outro evento que envolva uma readaptação.
 
Existem as crises por perdas, por ganhos e mistas. Na primeira como o próprio nome diz há a perda de algo – emprego, casamento, um ente querido, a juventude. Na crise por ganho acontece uma melhora na vida com a qual a pessoa não consegue lidar podendo desencadear sofrimento, ansiedade, medo e também muito crescimento pessoal. As crises mistas misturam ganhos com perdas; por exemplo; uma mudança de cidade onde há coisas boas e ruins em cada uma das cidades, um novo emprego .
Normalmente, a maioria das pessoas correlaciona uma crise com algo ruim, mas isto é um engano, podemos enxergá-la como uma oportunidade de crescimento, aprendizado, renovação, a possibilidade de rompimento de antigos padrões estabelecidos e não mais atuais e um conseqüente amadurecimento na vida.

Como o símbolo da fênix – a ave mítica que em sua decrepitude incendeia-se e renasce renovada em toda sua plenitude – a pessoa pode sair de uma crise fortalecida e amadurecida.

Clínica Ceres

Notícias e Artigos

Notícias e Artigos

Cadastre-se e receba as últimas novidades por email:

Copyright © 2010 - Clínica Ceres - Psicologia e Acupuntura - Todos os Direitos Reservados. site by Monndo.com