Psicodiagnóstico

É o processo de avaliação inicial onde se obtém as informações mais importantes sobre a estrutura psíquica, mental e emocional do paciente e seu dinamismo, identificando os traços de sua personalidade, seu processo criativo em lidar com as situações da vida, e que vai permitir ao psicólogo identificar e compreender amplamente a queixa e o possível distúrbio que o paciente apresenta e instrumentalizam o terapeuta a formular hipóteses diagnósticas mais precisas.
 
Inicialmente ocorre a entrevista de anamnese que consiste em entrevistas detalhadas e minuciosas sobre a história de vida do paciente e testes selecionados em função da queixa apresentada. Quando o atendimento é realizado com crianças a entrevista inicial é com os pais, é necessário sessões de ludodiagnóstico com a criança, e se a queixa for escolar, entrevistas com professores ou outras figuras importantes na vida da criança.
 
Podem ocorrer quadros de pacientes com várias queixas e nesses casos o psicodiagnóstico preciso  ajuda a esclarecer condições emocionais e intelectuais, tanto em crianças, adolescentes como nos adultos, até mesmo para um diagnóstico diferencial e distúrbios de aprendizagem.
 
Dentro do processo de psicodiagnóstico são utilizados alguns tipos de testagem: psicométrica, projetiva, a observação clínica, entre outros.
 
Psicométrica: é a avaliação realizada através de testes psicométricos que avaliam o coeficiente de inteligência e seus resultados são apresentados de forma quantitativa e os números obtidos são comparados aos de uma amostragem considerada normal. Todos os resultados são avaliados com bastante cuidado levando-se em consideração o momento específico do teste e a enorme capacidade de transformação do ser humano. O psicólogo é o responsável por ampliar e a aprofundar sua investigação, do modo mais minucioso possível utilizando todos os recursos e ferramentas disponíveis para a formulação de sua hipótese diagnóstica.
 
Projetiva: Os testes projetivos – consistem em instrumentos que estimulam a projeção de vivências internas na realização das tarefas propostas. O conteúdo tanto o verbal como o gráfico apresentado pelo paciente revelam seus conflitos, preocupações e dificuldades emocionais quando houver.
 
Ludodiagnóstico: é utilizado com crianças e consiste em observar a criança brincar com os objetos previamente selecionados em função da queixa trazida pelos pais. É considerada a idade cronológica da criança e o que é esperado para cada idade de acordo com a evolução normal da personalidade.
 
Psicodiagnóstico: dependendo das características consistem em 4 fases. A anamnese que compreendem as entrevistas iniciais, a aplicação de testes, uma ou duas sessões de ludodiagnóstico e a Entrevista devolutiva, em que se comunicam os resultados obtidos e, se for necessário, é feita a indicação de tratamento, que pode incluir encaminhamento ao neurologista, serviços de fonoaudiologia, psicoterapia, reforço escolar, etc.
 
O processo psicodiagnóstico completo a variar de caso para caso pode levar de quatro a oito sessões de 50 minutos cada.
 

Clínica Ceres

Notícias e Artigos

Notícias e Artigos

Cadastre-se e receba as últimas novidades por email:

Copyright © 2010 - Clínica Ceres - Psicologia e Acupuntura - Todos os Direitos Reservados. site by Monndo.com