Psicanálise

É bastante comum ouvirmos a expressão: essa só Freud explica. Sabe por quê? Freud foi o primeiro estudioso dos mistérios do psiquismo e é considerado o precursor da psicologia.
 
Sigmund Freud nasceu em 1856, na antiga Moravia, atual Tchecoslováquia. Mudou-se com quatro anos de idade para Viena. Em 1938 emigrou para Inglaterra onde morreu em 1939. Freud era judeu e devido ao clima anti-semita foi obrigado a escolher entre as faculdades de Direito e Medicina.
 
Era discriminado no curso o que fez crescer sua capacidade em suportar críticas. Formou-se com vinte e seis anos de idade. Iniciou a carreira como cirurgião, passou pela clínica médica, médico interno e atingiu o status privilegiado de conferencista.
 
Demonstrou grande interesse nas relações entre os distúrbios mentais e sintomas físicos, o que fez com que se especializasse em Psiquiatria.
 
Com Charcot, na França, Freud aprendeu que era possível aliviar sintomas histéricos através da hipnose. Percebeu que na histeria os sintomas eram fisicamente inviáveis, ou seja, era uma doença psíquica que exigia uma explicação psicológica.
 
Trabalhando com Breuer percebeu que os sintomas de pacientes histéricos estão ligados a acontecimentos traumáticos passados. Através da hipnose fazia-os relembrar e reviver estes acontecimentos. Notou que a hipnose não tinha resultados tão bons quanto esperava. Passou a encorajar os pacientes a falarem livremente sobre suas vidas.
 
Em 1896, pela primeira vez Freud chama seus próprios métodos de psicanálise. Em 1900, publica seu primeiro livro, A Interpretação de Sonhos, falando sobre as importantes mensagens impressas nos sonhos. Suas obras completas contam com 24 volumes. No entanto, quanto mais seu trabalho era divulgado, mais críticas recebia. Em 1933, os nazistas queimaram seus livros em Berlim.
 
Freud sofreu muita discriminação durante quase toda sua vida, pois foi um visionário. Ele enxergava muito além dos limites de seu tempo. Ousou falar sobre sexualidade em uma sociedade puritana, buscou respostas na psique quando todos buscavam relações físicas de causa e efeito e desvalorizam o sofrimento psíquico e entrou nos domínios escuros e proibidos do inconsciente. Hoje, muitos discordam de suas teorias, mas todos reconhecem sua coragem e brilhantismo.
 
Seus últimos anos foram muito difíceis, de 1923 a 1939, tevecâncer na boca e mandíbula. Sofreu trinta e três cirurgias para conter a doença e tinha dores constantes.
 
Freud começou seu trabalho baseado no pressuposto de que o corpo é a fonte básica de toda experiência mental e acreditava que um dia a neurologia desvendaria todas estas relações. Assumiu que não há descontinuidade na vida mental,concluindo que nada ocorre ao acaso. Os fatos conscientes ou inconscientes determinam cada evento mental.
 
Foi o primeiro autor a falar em instâncias psíquicas. Descobriu que a consciência é apenas um pedacinho da mente, é somente aquilo que estamos cientes em um dado momento. Já no inconsciente estão elementos instintivos não acessíveis à consciência e material excluído da consciência, censurado e reprimido. E o pré-consciente é uma parte do inconsciente que pode ser acessada pela consciência. Também foi o primeiro que falou em estrutura psíquica: id, ego e superego.
 
O id contém os instintos e heranças, é caótico e desorganizado, mas contém o reservatório de energia da personalidade e dá origem ao ego. O ego está em contato com a realidade externa, tem a tarefa de garantir a saúde, segurança e sanidade para o indivíduo.
 
O superego é um juiz sobre as atividades e pensamentos do ego, aí estão os códigos morais, de conduta e sociais, é responsável pelas inibições da personalidade. Nossa saúde depende da integração das instâncias psíquicas.
 
O trabalho em psicanálise é basicamente verbal. O psicoterapeuta irá oferecer um ambiente onde seu paciente possa expressar-se livremente para ter  a oportunidade de colher o maior número de informações e proporcionar a integração de conteúdos inconscientes e pré-conscientes à psique.
 
Através deste processo o paciente consegue um enriquecimento de seu psiquismo, entendimento e superação de seus sintomas e mantém um equilíbrio maior em sua vida.
 

Clínica Ceres 

Notícias e Artigos

Notícias e Artigos

Cadastre-se e receba as últimas novidades por email:

Copyright © 2010 - Clínica Ceres - Psicologia e Acupuntura - Todos os Direitos Reservados. site by Monndo.com